Zeebo: O modelo falho de negócio da Tec Toy

img
jun
16

E eis que o Zeebo, o novo console da Tec Toy, sai silenciosamente de sua pré-venda e começa a ser distribuído pelas maiores lojas virtuais brasileiras como a Americanas e o Submarino.

Pois bem, e eis que o primeiro “hands on” oficial do Zeebo depois de sua era “beta” cai na internet, e como era de se esperar, o console é cheio de falhas e problemas primários que tinham obrigação de terem sido corrigidos antes do console ser colocado a venda.

Vamos começar resumindo o review da UOL da seguinte forma: O Zeebo é um celular com saída para TV em uma embalagem de console. PONTO. De acordo com o review, os jogos incluídos são basicamente ports “melhorados” de versões MÓVEIS e que de quebra possuem tempo de resposta ruim dos controles do console. Retificando: Após ver o vídeo publicado pela própria UOL, vi que foi um exagero da parte deles. O Fifa, para os padrões do console, rodam muito bem obrigado e com gráficos bem melhores que a versão celular, pelo menos que a versão JAVA.

zeebo-rage
Picture Unrelated

Tudo bem.  Além dos jogos de celular temos Quake I e II e Prey: Evil. Prey é daquele jeito: Nunca vi nem comi, eu só ouço falar Retificando: É uma merda mesmo. Quake II foi removido da loja por motivos operacionais (entenda-se: O console provavelmente não é capaz de rodar-lo) e Quake I roda e está em português o que é um excelente plus, mas para um console que de acordo com as próprias palavras da Tec Toy veio para competir com o Playstation 2, qualquer pessoa que vá comprar-lo iria esperar mais. Muito mais.

A idéia inicial do Zeebo é atingir as classes mais baixas que não podem pagar por um console da nova geração. Sem dúvida uma causa nobre e um nicho de mercado a ser bem explorado, se não fosse um pequeno problema: O console custa R$499,00, que é o preço de um Playstation 2 destravado.

Trocando em miúdos:
 Zeebo:
R$499,00 parcelável em over 9000 vezes via Americanas, Submarino e provavelmente casas Bahia.
Jogos: Quake I e FIFA de celular com lag.

Playstation 2:
R$ 499,00 parcelável no cartão de crédito via MercadoLivre e na Santa Efigênia.
Jogos: Pfffffttt.

Ah, e no PS2 você ainda pode trocar jogos com os amiguinhos e tem a vantagem do console ler filmes pornôs em diversos formatos.

Não me levem a mal. A idéia do Zeebo é excelente: Console para classe média-baixa com distribuição digital e – até que hackeiem – conteúdo 100% livre de pirataria. Perfeito, caso o console não custasse o preço de um outro vídeo game 100x melhor, com 100x mais jogos e 100x mais pirateável. Desculpe-me a Tec Toy mas essa é a realidade: Enquanto você puder comprar jogos MUITO melhores por “nada” reais em um console que é mais barato que o seu, o Zeebo nunca vai ser mais que uma peça de colecionador.

Outra coisa relevante e que deve ser falada é que tenho certeza que a Tec Toy já passou da fase de “empresinha” a muito tempo. Vocês têm porte para criar o próprio console de vocês e de distribuir seus próprios jogos e produtos. Sendo assim pelo amor de Deus, parem de sempre ficarem com o resto, com o “fim da feira”. O modelo de negócio de vocês na época do Master System era o melhor possível: Vocês traduziam os jogos e manuais, ganhavam uma fatia da venda dos games e ainda por cima ofereciam suporte em português e dicas via Hot Line pago, além de clube exclusivo. Mas essa fase já passou: Agora eu posso conseguir TODOS os jogos de Master System / Mega Drive / 32x na internet por NADA reais. E não é porque sou dono do NewsInside que sou capaz de tal. Qualquer pessoa com acesso a internet pode fazer o mesmo sem nenhuma dificuldade.

Sendo assim vocês da Tec Toy tem duas opções: Ou tomam vergonha e percebem que podem e DEVEM fazer muito mais que isso para poder se tornarem relevantes no mundo dos games aqui no Brasil que, diferente do que vocês imaginam, compram TVs 32” 16:9 e sabem que os videogames da SEGA não existem mais,

ou vocês podem continuar vendendo Master System, Mega Drive e celular com cabo para TV o resto da vida.

Lembrem-se: Quem compra o videogame de vocês somos nós, pessoas com acesso a internet (entenda-se: Mundo real) e salário limitado no fim do mês.

Edit: Vídeo da UOL, tirem suas próprias conclusões mas acho que ela exagerou deliberadamente na sua opinião negatia sobre os jogos. Infelizmente não sou eu quem dou as cartas..
http://mais.uol.com.br/view/3mk9h8436th5/demonstraaao-do-zeebo-04023262E0814346?types=A&

Suporte NewsInside

Ao Vivo
Twitch NewsInside