Reparando um cartucho de Mega Drive usando chips antigos de BIOS

Mano SE LIGA a gambiarra do amigo BR. O cara tinha um Mega Drive e desde todo o sempre a sua fita do Sonic dava problema ao carregar certas fases (sintoma que indicava que a ROM do cartucho estava corrompida). Pois bem, usando de magia eletrônica e muita habilidade, o cara recolheu alguns chips de BIOS antigos por ae e remontou o cartucho fazendo com que ele voltasse a funcionar (e de quebra literalmente criando um flashcard para o Mega Drive dele).

Pega a Gambi

Pega a Gambi

Apesar do cara que fez isso ser brasileiro, o post original detalhando todo o processo está em inglês e você pode conferi-lo clicando nesse link. A leitura é extremamente interessante e envolve desde o processo de “debug” do problema até a criação e gravação da nova ROM.

Via Dangerous Prototypes

Gostei(0)Não Gostei(0)
  • Nipoman

    Eita que isso muito me interessa Xd
    Devia ter comprado aquele gravador de PROM via USB
    Gravar uns Mario no cartucho do MegaDrive

    Gostei(0)Não Gostei(0)
  • victor30

    Eu tenho alguams palcas de arcade, e eu recosntrui a minha do Lethal Enforces com Bios de placa mae velha

    Gostei(0)Não Gostei(0)
  • ecliptom

    Pare!!! a uns 15 anos atras isso poderia ser interessante... mas.. a uns 5 anos atras o cartmoding se difundiu de uma forma gigantesca, hj vc compra um eprom 27C322 por U$2,00 ( partindo do principio que vai precisar de um gravador de eprom de qualquer forma )muito mais pratico, fácil e apresentável...

    de qualquer forma hj em dia com os chineses vendendo qualquer jogo de megadrive ( vc escolhe o jogo ou envia a rom para eles, com excesao do virtua race obviamente)por apenas U$8,00 nem mesmo os cartmodings se tornam viaveis

    Gostei(0)Não Gostei(0)
  • Olá.
    Muito obrigado por compartilhar meu post.
    Gostei da parte da "magia eletrônica" hahaha.
    Abraço.

    Gostei(0)Não Gostei(0)