Final Fantasy VII Remake: Fanservice ou Melhor Versão?

E ai, tudo bem com vocês? Eu sou o Amido e hoje vou comentar alguns tópicos sobre FF VII e sobre o que seria ótimo ver no Remake, alguns pontos fracos do release original (já que os fortes ao menos a maioria, já conhecem).

Inicialmente FF VII original, este que você está vendo eu jogar, eu adoro esse jogo, mas não tenho como negar ele é um parto, principalmente por causa de alguns elementos antigos como batalhas aleatórias e batalhas por turno,coisa que não me atrai mais tanto hoje em dia, mas que foi revolucionário na época graças ao sistema de Active Turn Battle.

Pesquisando sobre esse game eu encontrei um processo de desenvolvimento meio problemático, onde se iniciou do seu desenvolvimento até uma fase pre alpha era para ser mais um Final Fantasy para um console da Nintendo e o primeiro para Nintendo 64, já que a Square era uma parceira antiga da era de 8 e 16 bits da Nintendo, porem a Sony precisava de uma boa biblioteca para seu novo console que estava para sair e comprou a exclusividade na época e o jogo teve de ser portado para o primeiro Playstation, onde ganhamos uma magnífica trilha sonora orquestrada pelo grande mestre Nobuo Uematsu, que elevou o nível das trilhas sonoras em videogames para outro nível,  porém como as alterações no jogo pela mudança de plataforma e conclusão do projeto às pressas acabaram acontecendo varias e varias inconsistências nas demais áreas do projeto, como:

  • Personagens no mapa, cenários em tamanho SD e todos deformados, como seria no FF VII do N64, mas nas lutas os modelos dos personagens usados são grandes e mais definidos para a época, como maioria dos grandes jogos do PS1 saiam, inclusive, o jogo posterior, FF VIII conta com personagens grandes e mais caracterizados, então provavelmente era o desejo na época, mas refazer todos os cenários pre-renderizados já feitos não seria possível.
  • Cenas em CG do inicio do jogo, onde os personagens estão em SD e no final da saída de midgar já estavam normalizados, alta inconsistência com todo o jogo até ali.
  • O jogo tem mais bugs do que o comum, ok que todo jogo tem bug, mas no FF VII existem mais do que deveria (até aprece ser feito pela Ubisoft, lol), uma breve busca no google vemos milhares de resultados sobre isso.

E isto é apenas para listar algumas coisas bem superficiais, outras evidências indicam que FF VII foi feito as pressas para ser lançado no PS1 foi sua tradução do inglês para o japonês onde se percebem vários erros de tradução, erros gramaticais, além de alguns equívocos que até mudam o sentido de certos pontos da historia, porém o jogo em seu estado como foi lançado é bom o suficiente para os donos do primeiro playstation considerarem um dos melhores jogos já feitos até ali, mas isso são coisas que eu gostaria de ver arrumadas no remake e quem sabe até reinventadas e aperfeiçoadas, trazendo mais da riqueza que foram adicionados em jogos spinoff do Final Fantasy 7 que se seguiram anos após o lançamento desse clássico RPG japonês.

E sobre o remake, no momento  temos as informações de que será episódico, contando a mesma história do original, mas teremos alterações em alguns momentos para dar mais destaque a personagens que não foram muito bem aproveitados ou eram opcionais, como Yuffie, Vincent, Biggs e Wedge, ampliando a história e contando com mais riqueza de detalhes as motivações de cada personagem sem deixar tantas pontas soltas como infelizmente não pudemos ter no lançamento original por causa de seu desenvolvimento conturbado pela troca de plataforma.

O que eu espero ver nesse remake?

  • Gameplay balanceado.
  • Que o modelo de luta funcione melhor, pois o inovador sistema de batalha na época não é mais tão atraente hoje em dia para o grande público.
  • Que os episódios não demorem tanto para sair de um para outro, evitando seguir os moldes da telltale, que tem ciclo de desenvolvimento bastante lento para o meu gosto.
  • Que a dublagem seja compatível com o que já tivemos em Kingdom Hearts, FF dissidia e no filme FF VII advent children.
  • Que tenha uma exploração fora das cidades com um mapa razoavelmente diferente do jogo original mas que seja nostálgico quanto.
  • Que seja como FF XV que não houve nenhum Spoiler sobre as novas partes da história, mas que não se tenha uma enorme escassez de informações, sendo mostrado seu progresso em eventos, e que possamos ter livestream com os desenvolvedores mostrando como o jogo está progredindo (afinal, ter hype bem alimentado é uma parte legal de nosso hobby).

Qualquer informação é sempre relevante e principalmente uma demo publica para que os jogadores deem retorno sobre o jogo e que aguce o interesse das pessoas por ter ele, o jogo pode ser altamente hypado e esperado, mas se ficar se valendo apenas por estampar a marca final fantasy não vai pegar nada bem para a Square-Enix, pois é um dos remakes mais esperados de seus fans.

Tetsuya Nomura é conhecido por ser muito meticuloso e demora a terminar todos s os seus jogos, a exemplo de Kingdom Hearts III ai já a 3 anos apresentado, além do tempo em que jogo estava sendo desenvolvido nos bastidores e temos o Final Fantasy XV que era antes chamado de “Versus XIII” e houveram tantas mudanças que resolveram lançar em uma geração depois do que tinha sido originalmente planejado.
E ainda houve a necessidade dele dividir seu tempo com do Kingdom Hearts III além de todos os outros projetos dele na Square-Enix que não envolvem necessariamente jogos, como a linha de action figures Play Arts Kai, excelentes por sinal (bendito dólar alto que não me deixa decorar a minha estante).

É esperado (mas não confirmado) que poderemos ter mais informações na Tokyo Game Show 2016 (TGS 2016) em 17 a 20 de setembro ou quem sabe em dezembro na Playstation Experience, e eu estou esperando ansiosamente o lançamento desse remake que sinto que será realmente a versão definitiva do Final Fantasy VII? 

Agora me diga, o que você espera desse remake? E você que ainda não deu uma chance a RPGs japoneses ou nunca jogou algo de Final Fantasy ainda, foi fisgado por esse Remake do FF VII ou acredita que esse jogo pode falhar miseravelmente só por apelar pela nostalgia ou por tentar se reinventar demais e se perder das origens e características que o tornaram um dos jogos mais memoráveis do primeiro Playstation?

Comente ai embaixo, dê sua fora para este vídeo compartilhando aos amigos e se inscrevendo no canal, vídeos de RPG como este todas as segundas, GTA Online as quartas e outros jogos as sextas às 22:30.

Espero que tenham curtido, fiquem bem e se divirtam, até mais.

Gostei(9)Não Gostei(6)
  • BrazMii

    Caraka, o amido recebeu um deslike logo de cara, kkkkk

    Gostei(0)Não Gostei(0)
  • Yskar

    Não se pode agradar todo mundo.

    Gostei(0)Não Gostei(0)
  • Rui Alves

    Até aonde eu sabia, o game foi lançado para playstaion pois os cartuchos de N64 tinham espaço limitado ... não por compra de exclusividade da sony ...

    Gostei(0)Não Gostei(0)
  • Yskar

    Essa é uma das histórias, porém sem a exclusividade nada teria impedido a Square de lançar uma versão mais simplificada no N64.

    Gostei(0)Não Gostei(0)
  • paulc1978

    Questão de cartucho daria para ser expandido vários chips ou ate mesmo 64DD...
    mais únicos problema seria mesmo o videos... belo exemplo disso seria o Resident Evil 2 no N64 ate tem mais opções modos mais sem videos

    Gostei(0)Não Gostei(0)
  • o jogo estava sendo feito apra N64 até a SOny praticamente ser dona da Squaresoft, ou seja ter maioria das ações por muitos anos, começando pela epoca do PSX + FF VII ao FF X-2 LOL

    sorry for reply lag

    Gostei(0)Não Gostei(0)