Meu HTPC: SolidTV – Prefácio

img
maio
27

Para quem me acompanha no Twitter ou via fórum, sabe que estou montando um HTPC. Nessa série de posts irei postar como está sendo a experiência de se montar o aparelho, desde a escolha do hardware até a instalação dos softwares, configurações e testes comparativos.

SolidTV – Objetivo

Meu objetivo ao montar um HTPC era construir um computador que pudesse reproduzir vídeos em alta qualidade diretamente na TV (o óbvio), além de arquivos de som, streamming e qualquer outro tipo de conteúdo multimídia, como fotos em cartões de memória. Além disso ele deveria obrigatoriamente possuir uma área dedicada para a execução de emuladores, tudo isso controlado exclusivamente (ou mais de 95%) via controle remoto. TV não era prioridade, mas seria um ponto positivo caso pudesse colocar as mãos em uma placa de captura de qualidade (coisa que consegui :P).

Como tudo que costumo construir ou planejar, pensei em montar um HTPC totalmente automatizado controlado via frontend que fosse o mais fácil possível para ser operado, além de poder facilmente ser atualizado. Se um dia eu quisesse comprar um drive de Blu-Ray por exemplo, seria interessante que meu hardware não necessitasse de updates extremos para comporta-lo.

SolidTV – A escolha do Frontend

Como gosto muito de enfeitar o burro, precisaria de um frontend que suportasse QUALQUER coisa que eu desejasse fazer no sentido de multimídia. O MythTV foi uma escolha mas como era baseado em Linux deixei logo para trás já que com certeza me traria mais dor de cabeça do que alegrias. Nada contra o SO, mas para mim que não sou fluente, não rolaria.

Navengando pela internet filtrei as minhas opções em 2 programas: O Windows Media Center e o MediaPortal. O primeiro é integrado com o Windows e possui um leque satisfatório de opções, além de exigir mínima configuração. O segundo traz um leque quase infinito de opções e pode ser expansível via plugins, porém exige algum tempo dedicado de configurações e instalação de codecs e outras ferramentas.

Após muitos tópicos em fóruns e de opiniões de terceiros, acabei ficando com o MediaPortal. Sua interface em constante evolução além da caralhada de opções na tela de configuração acabaram levando o meu coração :)


Vídeo demonstrativo aleatório rodando o Skin Original do MediaPortal

Obviamente, nenhum dos dois programas tem suporte direto a execução de emuladores sendo assim precisaria de um segundo programa para tal tarefa. O MediaPortal possui um plugin chamado MyEmulators especial para isso, mas eu queria algo muito mais apelativo aos olhos e fácil de manipular, principalmente via joystick. Gostaria de chegar do meu trabalho, abrir um programa, escolher um jogo e sair jogando, sem complicações ou manipulação dentro do emulador.

Pesquisando na internet, achei dois concorrentes interessantes: O GameEX e o Maximus Arcade. O primeiro possui a vantagem de ser o queridinho da comunidade e ser muito bem suportado, além de ser bem expansível. O segundo possui uma interface extremamente fácil de manipular e configurar, porém é uma plataforma totalmente fechada. Como o GameEX possuia muitas funcionalidades duplicadas do MediaPortal e como preferia perder tempo configurando o MP ao invés do frontend de emuladores, fiquei com o Maximus Arcade.


Vídeo do Maximus Arcade em execução (skin e configurações default)

Depois da parte software escolhida, chegava a hora de se escolher o hardware que iria compor o meu HTPC. No próximo post irei discutir as escolhas que fiz além de postar algumas fotos, evitando assim que os artigos fiquem cansativos apenas com texto. Aproveitem esse meio tempo para opinar sobre minhas decisões até agora nos comentários :P

Suporte NewsInside

Ao Vivo
Twitch NewsInside