Depois de anos, Banjo Tooie para Nintendo 64 é finalmente crackeado

img
dez
12

250px-Banjo-Tooie_coverNa época do nosso saudoso Nintendo 64, alguns jogos (apesar da horda de carts piratas que existiam) de fato possuiam proteções anti cópia, no maior estilo SNES. Essas proteções eram implementadas na forma de chips que não poderiam ser clonados por piratas, seja por possuirem um preço muito elevado ou por serem vendidos de forma exclusiva para a Nintendo.

Uma dessas proteções era implementada através do chip 6105 CIC. Uma espécie de “desafio” criptográfico era enviado ao chip, que por sua vez respondia com uma string (uma chave) que poderia ser usada para descriptografar o conteúdo do cart e por consequência carregar o jogo na memória do console.

O primeiro jogo a implementar essa proteção foi o Jet Force Gemini, que foi rapidamente crackeado já que o desafio consistia de apenas uma string (que podia ser capturada e depois usada novamente). Porém o problema foi com o lançamento do jogo Banjo Tooie, que apesar de usar o mesmo chip para a proteção o fazia de forma diferente: Diversos desafios diferentes eram enviados ao chip, que por sua vez respondia com várias chaves para que partes diferentes do jogo fossem descriptografadas de forma não sequencial. Apesar da solução nesse caso novamente poder ser feita via força bruta (joga-se o jogo com um debbuger conectado ao Nintendo 64 e captura-se todas as chaves), a proteção de fato ainda não tinha sido crackeada.

Pois bem, de acordo com o site Eurasia, finalmente a engenharia reversa completa do sistema de proteção foi finalizada e a proteção, de fato, foi vencida. Para quem gosta dessas coisas a leitura do artigo completo é altamente recomendada, ainda mais porque foi um feito que foi realizado depois de anos da morte do console.

Overwatch – Team Deathmatch

Gravityscan Badge