Desenvolvedor Mathieulh promete surpresa para desenvolvedores da cena PSP/Vita no dia 2 de Abril

E parece que vem coisa boa por aí. Recentemente o desenvolvedor Mathieulh, integrante do grupo M33 – sendo um dos times pioneiros do desenvolvimento da CFW do portátil -, prometeu via twitter uma surpresa para o dia 2 de Abril, em comemoração aos 10 anos da Custom Firmware M33. Mas afinal, que surpresa seria essa?

Captura de Tela (21)

Existem especulações de que esse lançamento possa significar a volta de Dark_Alex para a cena – o principal responsável pelo desenvolvimento da CFW para o PSP -; outros já acreditam que essa promessa possa ter alguma relação com PS Vita, uma vez que Mathieulh, com sua experiência tanto na cena PSP e PS3, também acompanhou de longe o andamento do surgimento do primeiro desbloqueio do novo portátil da Sony.

Não fosse o bastante, em outra postagem, o desenvolvedor também apontou para algo que poderia significar que existem pessoas (principalmente o team molecule) com acesso a exploits que funcionam no firwmare 3.63, o que explicaria como o acesso ao spoof foi obtido novamente.

Captura de Tela (23)

No mais, resta aguardar até fim de semana.

Gostei(2)Não Gostei(0)

Possível suporte a dispositivos USB pode chegar ao PSTV

O PSTV foi uma grata surpresa da Sony. Permitir que se possa jogar games do Vita em uma TV (desconsidere a resolução e a compatibilidade), boa parte da biblioteca de PSP e PSX, além de servir como porta para stream do PS4, caso os dois aparelhos estejam longes um do outro, tinha tudo para dar certo, mas não deu.

O aparelho não vingou, principalmente pela má fama do Vita que foi chamado de “haz no games“, fazendo com que a Sony o abandonasse, mas muita coisa mudou depois do desbloqueio.

O PSTV se tornou uma verdadeira máquina de emulação caseira, tendo suporte a dois controles e com emuladores que recebem atualizações diariamente, como é o caso do Retroarch, além de diversas outras melhorias. Um bom exemplo disso é a Anti-blacklist, que permite o aparelho a reconhecer todos os jogos do Vita como compatíveis com ele.

Mesmo que achar o PS Vita hoje em uma firmware desbloqueável possa ser difícil, atualmente o modelo de mesa é uma das maneiras mais fáceis e baratas de se conseguir um Vita novo com firmware desbloqueável. Todos os modelos lacrados vêm com firmware de fábrica inferior a 3.60, permitindo assim o update para essa versão.

E para os que acham que a coisa não pode ficar melhor, mais uma vez a scene conseguiu nos surpreender: O hacker mais ativo na cena Ps Vita – TheFlow, (que já pode pedir música no Fantástico pois só marca golaço) aparece com uma novidade extremamente interessante: suporte a dispositivos USB para “console de mesa portátil”.

C4OfyOoWAAAK3P9

uma0: USB Mass Storage

Isso quer dizer que, em teoria, os usuários poderão economizar uma bela grana ao não precisarem mais comprar os cartões exclusivos do Vita, que são bem caros para um aparelho não tão popular, assim podendo usar dispositivos USB como pendrives e HD Externos como se fossem os caríssimos cartões de memória do Vita, o que pode fazer com que a popularidade do Playstation TV supere seu irmão portátil, pois seria possível instalar jogos nativos do Vita, ROMs e emuladores, dispensando assim cartões de 16gb ou 32gb.

E é isso. Por enquanto o desenvolvedor não liberou data de lançamento ou mais informações, mas como ele também é o responsável pelo Adrenaline (a atual maneira de rodar PSP no Vita/PSTV através do Henkaku) ele tem bastante credibilidade na cena PSVita e podemos ficar tranquilos sobre esse lançamento, ele deve estar só aniquilando alguns bugs antes de lançar.

Dúvidas? Sugestões? Críticas? Deixe nos comentários!

Para mais atualizações fiquem ligados aqui no NewsInside RSS
Para aquelas horas de preguiça divirta-se assistindo o canal NewsInside Multiplays

Gostei(8)Não Gostei(0)

[PSVita] Ative qualquer PS Vita para usar o Adrenaline Hoje mesmo!

Rapidinha para avisar que o Developer CelesteBlue com a ajuda de mais outros importantes nomes da cena como SlilicaANDPina, mr.gas, Major_Tom e Molecule team, puderam mais uma vez trazer o melhor da programação para o nosso PS Vita com CFW lançando o (ePSP Bubble Installer 2.0) que além de instalar uma demo minúscula de PSP para uso com o Adrenaline ou ARK CFW, também permite ativar o seu PS Vita, necessário para que os jogos base de PSP funcionem para executar a Custom Firmware de PSP.

Read the rest of this entry »

Gostei(6)Não Gostei(0)

Lançado VitaShell 1.51 com suporte a transferência de arquivos via USB

vita_usb_mass_storage-768x576

Finalmente uma das notícias mais aguardadas dos usuários do Vita saiu para a cena! O veterano – e um dos principais colaboradores da cena – theFlow, responstável também pelo primeiro dumper de jogos do Vita e, recentemente, pelo lançamento de um método para conseguir jogar jogos de PSP no aparelho, disponibilizou a versão 1.50 do VitaShell, aplicativo gerenciador de arquivos do portátil mais forte dessa geração.

A principal novidade desse update é fazer com o que o aparelho seja reconhecido no PC como um dispositivo USB, dispensando assim o uso do QCMA e programas de FTP.

Para que a função funcione da maneira correta, alguns preparos no PC são necessários. Segundo o post do Wololo, o que precisa ser feito é:

Linux: É necessário fazer com o que os drivers exFat estejam funcionando corretamente. Alguns usuários recomendam rodar o comando sudo apt-get install exfat-fuse exfat-utils. Já para os usuários de Archlinux, os usuários recomendam rodar o comando exfat-dkms-git, ao invés de exfat-fuse and exfat-utils.

Windows: Para os usuários de Windows, certifique-se que de DESMARCAR a opção Ocultar arquivos protegidos do Sistema Operacional ou marcar a opção Mostrar todos os arquivos ocultos, para que o Vita consiga mostrar para o usuário todas as suas pastas

Esse novo update também permite que o usuário transfira somente a pasta do jogo/homebrew já descompactado, sem a necessidade de ter o dobro de espaço no aparelho para a instalação de jogos, o que é muito bom para quem possui cartões de memória pequenos.

Para isso, basta o usuário apertar triangulo na pasta já transferida e usar a opção Install Folder.

E é isso. Como o post atrasou um tico, fica o link para a versão 1.51, que corrige alguns bugs encontrados na versão anterior.
Dúvidas, basta deixar nos comentários ou no nosso fórum!

Link para download: https://github.com/TheOfficialFloW/VitaShell/releases

Gostei(9)Não Gostei(1)

RetroArch v1.4.0

Rapidíssima só para avisar que saiu mais uma versão estável do melhor MetaEmulador  multisistema e multiplataforma do mundo, o Retroarch.

Retroarch

 

Ele tem versões para Navegadores, Android, iOS, Windows, Mac OSX,  3DS, Gamecube, Wii, Wii U ,  PSP e PSVita.
Ele emula muito bem uma quantidade bem grande de sistemas usando módulos de emulação de outros emuladores (por isso ele é um MetaEmulador, pois ele é mais uma interface unificada “inspirada” no XMB do PS3) e também ele roda jogos de código aberto como Doom, Quake 1, Dinothawr, Cave Story e outros.

Quem tiver um computador bem fraquinho pode usar os controles dos consoles que já tem e se divertir plugando no computador e jogando os clássicos para quebrar um pouco a rotina, por ter suporte a Vulkan ele tem um desempenho excelente para computadores que suportam essa API gráfica até com filtros gráficos que simulam TVs de tubo, dando um aspecto bem legal.

Cliquem nas imagens para ver o filtro, infelizmente não dá para mostrar em movimento, quando realmente os filtros impactam, claro que com uma configuração maire refinada dá para ter resultados melhores e ficam muito lindos em uma TV grande em 1080p.

 

Sonic 2 de Megadrive usando o filtro CRT-Hyllian Nearest

Sonic 2 de Megadrive usando o filtro CRT-Hyllian Nearest



Street Fighter Alpha 3 Arcade usando o filtro CRT-Hyllian Nearest



QuackShot usando o filtro Phosfor
QuackShot usando o filtro Phosfor

Só acho uma pena que o PSVita não tem potência gráfica para rodar os filtros, e só a interface XMB funciona.

Para os aventureiros e pessoal que gosta de quebrar um pouco a cabeça para ter as versões mais atualizadas do Retroarch é só baixar do repositório Nightly: https://buildbot.libretro.com/nightly/

Para quem só quer que a coisa funcione sem muita complicação baixe aqui pelo link de download da versão estável na versão 1.4.0: https://buildbot.libretro.com/stable/1.4.0/

Comentem aí o que vocês acharam, caso tenham interesse eu até faço um mini tutorial de como configurar os shaders do Retroarch para dar aquele aspecto de TV antiga em que jogávamos os games clássicos.

Aquele abraço e até mais! =)

Gostei(18)Não Gostei(1)