TEENSY2PS3 – PCB para uso facilitado do Teensy++ 2.0 para downgrade no Playstation 3

E olha só que projeto interessante criado por um usuário do Logic Sunrise. o TEENSY2PS3 é uma “placa-mãe” para uso do Teensy++ 2.0 para downgrade do PS3. A vantagem do uso da plaquinha do cara é que ela agrega todos os dispositivos em apenas um produto, facilitando a utilização e evitando problemas como mal contato e falhas de conexão durante o downgrade.

DdnjzN3

A criação do cara não tem foco em ser um produto comercial, sendo assim o cara liberou o esquema (incluindo os arquivos gerber para “impressão” da PCB) diretamente no tutorial oficial sobre a plaquinha.

Para que já usa o Teensy como ferramenta de downgrade, o produto pode ser extremamente útil. Além disso, ele pode ser utilizado também com cabos diretos ao invés de clips (como na imagem aqui do post).

R-JTOP – Sistema de R-JTAG Open Source para o Xbox 360

Apesar de por muito tempo o hack do JTAG ter sido o mais famoso e estável para o Xbox 360, ele já foi corrigido pela Microsoft anos atrás, sobrando apenas o famoso RGH para uso de homebrews na caixa da MS. Somente a alguns meses atrás foi que o Team Xecuter apareceu com o famoso R-JTAG, uma solução elegante que permite reativar o sistema de JTAG no console através do RGH original. O único problema R-JTAG é que ele é uma solução meio que proprietária do TX e só funciona com seus próprios chips e cabos.

RJTOP

Pensando nisso um usuário do fórum Razielconsole criou uma solução open source baseada no R-JTAG e totalmente funcional para consoles Xbox 360 Fat, o R-JTOP. Os resultados excelentes podem ser visto nesse vídeo (Xbox 360 fat Falcon):

Apesar da novidade, a instalação é ligeiramente mais complexa que um RGH normal (pois exige também a instalação do sistema JTAG no console). No mais, o R-JTOP é uma ótima solução para instaladores de RGH em consoles FAT, melhorando consideravelmente a qualidade dos serviços.

Para downloads relacionados ao R-JTOP, visite essa página no github. Para informações sobre instalação e do hack em si, visite a página do release.

Jailbreak de Playstation 4 no Brasil – Verdade ou Coisa do Demônio?

E olha só a novidade pra FECHAR A SEMANA. Apesar de ter deixado isso passar despercebido, o pessoal do Wololo fez um post hoje contando a mais nova aqui pros lados do HUE. De acordo com o artigo, um pessoal no Brasil teria descoberto uma forma de instalar “um pacote de jogos” no Playstation 4 através de alguma forma não convencional. Alá:

jailbreak-ps4

Apesar do título do post aqui no blog, o post cita um “método para instalação de pacote de jogos no Playstation 4″. Mesmo com o longo texto, o artigo não cita mais nenhuma outra informação a respeito do tal método, quantos jogos podem ser instalados ou mesmo o preço para tal serviço.

amfm8eT

Entrei em contato com os caras e ainda não tive nenhuma resposta, então dá para assumir com certa certeza que o sistema é um dos seguintes (com base nos métodos BR usados no PS3 atualmente):

  • Compartilhamento de jogos via PSN (que foi meio que limado no firmware 2.50, como bem observado pelo nosso leitor Raphael Barbosa;
  • Instalação de jogos via copia de backups de outros consoles;
  • Hack via ODE (o que também dá para limar considerando que o PS4 não tem nenhum ODE disponível ainda).

Pois bem, conhecendo o histórico de serviços criados por aqui, dá para assumir com uma certa confiança que isso não passa de mais um método de cópia de jogos piratas de um console para outro ou algo do tipo. Apesar de não ser muito popular, esse método já existe no Playstation 3 e envolve a instalação de um ODE (Cobra ou 3K3Y) e sua remoção depois que os jogos são instalados no console. A desvantagem desse método é que você paga pela instalação de X jogos e eles ficam no seu console até você precisar de espaço ou formatar o aparelho. O método (no caso do PS3) não permite que você sozinho adicione outros jogos, ou mesmo passa PERTO de algo que possa se comparar a um “desbloqueio”, custom firmware ou “jailbreak”.

Tendo isso em mente é bom ficar ligado com relação a esse tipo de serviço milagroso, ainda mais vindo de um lugar como o Brasil. Veja bem que não digo que o serviço anunciado no post original no Facebook seja alguma mentira ou mesmo não exista (ou mesmo que a empresa não seja idônea para outros serviços), porém é bom no fim das contas ponderar se compensa você pagar na faixa de 200-300 reais (faixa do preço para o mesmo serviço no PS3) e correr o risco de ter os jogos removidos com algum update de firmware da Sony ou mesmo ao alterar alguma configuração no console / PSN.

Por fim, assim que tiver mais novidades sobre o fato posto aqui no blog. Ah, e a imagem do rPi usada para ilustrar o post no FB é copiada de outro lugar (só usar Google Reverse Search que você acha), então é bem capaz que não tenha nada ver com o post original em cima. Resta agora aguardar para descobrir pelo menos de que forma os caras estão copiando os jogos piratas para o Playstation 4.

Edit: Confirmado pelos caras da Medic Games aqui em primeira mão: O método é o esquema via PSN e funciona offline e online. Não sei porém se é o mesmo método usado no PS3 ou se tem alguma coisa diferenciada para evitar que os consoles chamados “fantasmas” tenham os jogos desativados, mas é isso.

Podcast – #137 Final Fight

E olha lá mais um pod sobre franquias! Essa semana, falamos sobre o Beat ’em Up mais famoso da história, Final Fight!

podcast137

Debatemos:

  • As origens do jogo;
  • As sequências;
  • As controvérsias;
  • Os hacks e curiosidades sobre o jogo.

Participam TioSolid, Dudu Maroja e Dante Borges. Aproveitem e compartilhem!

Hack permite utilizar o eShop do 3DS no firmware custom NTR

Para quem tem um New 3DS e usa o NTR, temos hoje uma excelente novidade. Foi descoberta uma forma de se utilizar a eshop da Nintendo no firmware custom utilizando um spoof simples (e criativo) de firmware. O hack funciona utilizando-se do debugger interno do firmware e pode ser ativado com apenas uma alteração de memória.

Para utilizar o hack, proceda da seguinte maneira:

  1. Ative o debugger no seu firmware NTR (no menu do mesmo);
  2. Conecte-se ao seu 3DS através do seu PC e abra o debugger;
  3. Digite o seguinte comando: write(0x10DD28, (0x00, 0x20, 0x70, 0x47), pid=0x25);
  4. Abra o eshop e utilize-o normalmente.

De acordo com o cara que descobriu esse esquema, o hack funciona melhor ao ser executado assim que o portátil acaba de iniciar de um novo boot (ou seja, sem você ter executado nenhum programa ou jogo antes) e caso a sua configuração WiFi já tenha sido ativada e selecionada.

E é isso. Para maiores informações sobre o hack, visite o Logic Sunrise, fonte da notícia.